Parceiros



Docinhos da Nilza

Autoria: Redação  |  Fotos: Divulgação



Enquanto encontramos até pessoas jovens apelando para a caridade pública, a reportagem traz hoje um exemplo que vai servir como para uma boa reflexão. Dona Nilza Diniz Rocha, de 87 anos, residente no bairro Bela vista, em Paraíba do Sul, acorda todos os dias às cinco da manhã, para começar uma rotina que a orgulha muito. É nesse momento que ela dá início à produção de um saboroso suspiro para vender em pacotinhos. Uma vez concluída a produção caseira, é chegado o momento de partir para o encontro dos tradicionais fregueses.

 

R$3 reais

Do alto dos seus 87 anos, segue ela em passos firmes para o centro da cidade, ao encontro de seus fregueses que logo se tornam amigos e propagadores de seus dotes. Dona Nilza se mostra perfeitamente lúcida é bem falante ao destacar as qualidades do seu produto. Essa mulher deve ser vista como exemplo para as novas gerações. Para nossa reportagem, ela disse ser viúva e que nasceu no ano de 1930. Sobre a viuvez, falou bem alto e em bom som: "graças a Deus." Sobre o desabafo, não esclareceu se o falecido foi bom ou mau marido. Ao ouvirem tão fortes palavras, das pessoas que se achavam por perto, ouviu-se uma risada geral.

galeria de imagens desta notícia

deixe seu comentário



 



comentários

Os comentários não expressam a opinião da Folha Popular ou de seus representantes e colaboradores e são de inteira responsabilidade das pessoas que os escreveram.

Nenhum comentário



outras notícias



Assine nossa NewsLetter !

Por favor, digite seu Nome e Email

Digital Newsletter

Para cancelar inscrição, por favor clique aqui» .


A Folha

Capa
Expediente
Contato

Redes Sociais

Facebook
Twitter
Youtube

Segurança

Acesso Restrito
Webmail

Voltar ao topo