Parceiros



Valorização do servidor e do comércio local

Autoria: Redação  |  Fotos: Divulgação




A recente conquista dos servidores de Sapucaia – o inédito auxílio-alimentação no valor de R$ 140,00 – proposto pelo governo Fabrício Baião e aprovado pela Câmara Municipal, é só um dos reflexos do desempenho da administração que prioriza o bem-estar da sua população.

A iniciativa de complementar a renda por meio do auxílio vai beneficiar não apenas os servidores e suas famílias, mas igualmente o comércio local, uma vez que as compras só poderão ser feitas na cidade. A previsão é de que com esta medida, até 2020, seja injetado o valor aproximado de R$ 5.682.902,69 na cadeia produtiva de fornecimento e gêneros alimentícios de Sapucaia – gerando assim mais arrecadação, emprego e renda para a população.

 O passo seguinte, que já está em andamento, é o aumento salarial do funcionalismo, após restabelecido o equilíbrio fiscal do município. De acordo com a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), o aumento só pode ser concedido se o pagamento com pessoal não ultrapassar o limite estabelecido pela lei.

A situação de Sapucaia, hoje, é tranquila perante outros municípios: a atual gestão vem quitando o salário de seus servidores em dia, enquanto no estado do Rio de Janeiro e em cidades como Teresópolis, Duque de Caxias, São Fidélis, Belford Roxo, Valença, São João de Meriti, Cabo Frio e Cordeiro, por exemplo, ocorreram inúmeras queixas e protestos decorrentes de atraso na remuneração.

 Isto tudo depois de assumir o mandato em condições bem difíceis: o governo Fabrício Baião herdou uma dívida de R$ 17 milhões, incluindo R$ 55.965,70 da Light – a energia da Prefeitura estava cortada. Havia, ainda, R$109.190,00 referentes ao débito com o Hospital São Salvador, de Além Paraíba, e o atraso na folha de pagamento do funcionalismo de dezembro. Estas dívidas, assim como os pagamentos pendentes de fornecedores e RPAs, foram quitadas prioritariamente.

 De acordo com o prefeito Fabrício Baião, o compromisso primordial de seu governo é com a população. “Visamos com o bem-estar da comunidade, queremos uma Sapucaia renovada, que tenha mais do que suas necessidades básicas satisfeitas. Primeiro pagamos as dívidas do município, herdadas de administrações anteriores, e conseguimos colocar a casa em ordem. Agora nossa intenção é gerar emprego e renda para os cidadãos, por isso estamos trabalhando incessantemente em prol do crescimento do município, fomentando o comércio e o turismo locais”, declara o prefeito.

galeria de imagens desta notícia

deixe seu comentário



 



comentários

Os comentários não expressam a opinião da Folha Popular ou de seus representantes e colaboradores e são de inteira responsabilidade das pessoas que os escreveram.

Nenhum comentário



outras notícias



Assine nossa NewsLetter !

Por favor, digite seu Nome e Email

Digital Newsletter

Para cancelar inscrição, por favor clique aqui» .


A Folha

Capa
Expediente
Contato

Redes Sociais

Facebook
Twitter
Youtube

Segurança

Acesso Restrito
Webmail

Voltar ao topo