Tel: +55(24) 2271-1124  |  Email: folha@folhapopular.net.br




Parceiros



Governo elabora cartilha com orientações contra crimes virtuais

Autoria: Redação  |  Fotos: TECNOLOGIA: cuidado é fundamental (Carlos Magno)

Pedir comida ou conversar com parentes por meio de aplicativos foram atividades recorrentes durante a pandemia. Forçadas a ficar em casa durante o período de isolamento social, muitas pessoas recorreram a transações realizadas no meio virtual. O cenário favorável despertou também ação de estelionatários, que passaram a aplicar golpes usando a internet, incluindo as redes sociais. Atento a este movimento, o Governo do Estado elaborou uma cartilha com orientações e dicas de especialistas em segurança virtual da Secretaria de Polícia Civil e do Procon-RJ.


“A cartilha, lançada pelo Governo do Estado, é um marco na defesa da sociedade, além de um importante instrumento de proteção ao usuário neste novo mundo tecnológico repleto de armadilhas. Muitos desses crimes no ambiente virtual ainda são desconhecidos por grande parte da população”, afirmou o secretário da Polícia Civil, delegado Allan Turnowski.


Dados do Instituto de Segurança Pública (ISP) apontam aumento de 273% neste tipo de crime entre os meses de março e agosto deste ano, número quase quatro vezes maior quando comparado ao mesmo período do ano passado. Um dos mais recorrentes golpes é o que tenta furtar senhas de acesso dos usuários por meio do envio de mensagens – via e-mails, SMS, WhatsApp. Os criminosos se passam por empresas privadas e bancos e solicitam a atualização ou confirmação de informações sobre a conta. O objetivo é redirecionar o usuário para uma página falsa para roubar as informações inseridas ou instalar um vírus no seu dispositivo.
“O Procon desenvolve um trabalho preventivo de orientação. A cartilha terá um papel importante ao esclarecer as pessoas. Com cidadãos informados, podemos reduzir as chances de as pessoas caírem em golpes e fraudes. Sempre que tomarmos ciência de um novo golpe, vamos orientar para proteger os consumidores”, disse o presidente do Procon-RJ, Cássio Coelho.


O Whatsapp passou a ser uma ótima ferramenta para vendas. Muitas pessoas que empreenderam durante a pandemia começaram a usar o app para comercializar produtos e serviços. Com a divulgação dos celulares, um golpe vem crescendo: a habilitação do aplicativo em outro aparelho.

galeria de imagens desta notícia

deixe seu comentário



 



comentários

Os comentários não expressam a opinião da Folha Popular ou de seus representantes e colaboradores e são de inteira responsabilidade das pessoas que os escreveram.

Nenhum comentário



outras notícias



A Folha

Capa
Expediente
Contato

Redes Sociais

Facebook
Twitter
Youtube

Segurança

Acesso Restrito
Webmail

Assine nossa NewsLetter !

Por favor, digite seu Nome e Email

Digital Newsletter

Para cancelar inscrição, por favor clique aqui» .

Voltar ao topo