Parceiros



Witzel diz que, sem antecipação, Estado do Rio teria 5.000 casos

Autoria: Redação  |  Fotos: Divulgação


O governador Wilson Witzel afirmou, durante live realizada na noite desta terça-feira (31), que as medidas tomadas pelo Estado do Rio de Janeiro no enfrentamento à propagação do novo coronavírus estão dando resultado. Segundo Witzel, além do esforço do governo estadual, a colaboração da população está sendo fundamental para evitar um número maior de pessoas contaminadas.
“Se nós não tivéssemos tomado as medidas que tomamos, em vez de quase 700 casos poderíamos estar hoje com 3 ou 5 mil casos. Hoje, são 700 casos e temos 60 pessoas internadas. Se tivéssemos 5 mil casos, seriam 500 pessoas internadas e muito mais mortes. São estatísticas terríveis, mas são realidades. Se nós não estivéssemos fazendo o isolamento social, talvez hoje teríamos que escolher quem vive. O Estado do Rio de Janeiro está fazendo a sua parte junto com a população, que está colaborando”, ressaltou.



Ele continuou: “sei que muitos estão deixando de ganhar dinheiro, de trabalhar, que os empresários estão com dificuldades. Mas sigo orientações da Organização Mundial da Saúde, que diz que o isolamento social é a melhor forma de enfrentar o Covid e cobrou dos governos, como no mundo inteiro está sendo feito, que o governo federal faça a parte dele e ajude os estados, os municípios e as empresas para que possamos superar essa crise, tanto na saúde quanto na economia. Cada um vai fazer a sua parte. Nós vamos ajudar as pessoas mais carentes com nosso mutirão humanitário. As contas poderão ser pagas depois. Tomamos medidas para que serviços essenciais como água, luz e telefone não sejam interrompidos por falta de pagamento”.

Witzel concluiu: “os estados não têm recursos. Quem pode injetar dinheiro na economia é a União. Nós estamos vendo que o governo federal está trabalhando, mas precisamos de mais agilidade. Aqui no estado continuo conversando com todos os prefeitos para que possamos juntos vencer essa crise. Eu estarei aqui trabalhando junto ao governo federal para obter os recursos necessários, que só ele tem. Nós temos reservas cambiais de mais de 50 bilhões de dólares. Temos fundos que têm recursos que podem chegar aos estados e precisamos de agilidade na votação no Congresso Nacional e com o governo federal trabalhando junto. Tenho certeza que com a união de todos vamos conseguir vencer essa crise”.

galeria de imagens desta notícia

deixe seu comentário



 



comentários

Os comentários não expressam a opinião da Folha Popular ou de seus representantes e colaboradores e são de inteira responsabilidade das pessoas que os escreveram.

Nenhum comentário



outras notícias



Assine nossa NewsLetter !

Por favor, digite seu Nome e Email

Digital Newsletter

Para cancelar inscrição, por favor clique aqui» .


A Folha

Capa
Expediente
Contato

Redes Sociais

Facebook
Twitter
Youtube

Segurança

Acesso Restrito
Webmail

Voltar ao topo