Parceiros



Witzel reforça pedido de quarentena após reunião com Bolsonaro

Autoria: Redação  |  Fotos: Web

 

O governador do Rio, Wilson Witzel (PSC), voltou a pedir à população que fique em casa e anunciou cestas básicas para um milhão de famílias, dentro do combate ao coronavírus.

Witzel participou na manhã desta quarta-feira (25) de uma reunião por videoconferência com o presidente Jair Bolsonaro e outros governadores da Região Sudeste. Em coletiva de imprensa, no Palácio Guanabara, o governador contou como foi o encontro com o presidente.

Na véspera, Bolsonaro fez um pronunciamento criticando o "fim do confinamento em massa" e pedindo a "volta à normalidade". O discurso foi duramente criticado por autoridades e entidades civis.

"O pronunciamento do presidente não encontra eco nas opiniões técnicas. Como magistrado que fui, ponho minha opinião com os especialistas. Política é feita do diálogo, convergências e divergências. Nem sempre vamos convergir. O espaço democrático é para se ter o debate", disse.

Witzel ressaltou que “pronunciamento não tem validade jurídica”. "Para que tenha efeito na vida das pessoas, precisa se materializar num ato administrativo. Não adianta falar, é preciso colocar no papel. Seja numa MP, num decreto, para que possamos ou observar ou questionar junto no STF", disse.

O governador, no entanto, diz que saiu "otimista" da reunião.

"Sempre defendi o diálogo, a união de esforços para o bem do Brasil", afirmou o governador.

galeria de imagens desta notícia

deixe seu comentário



 



comentários

Os comentários não expressam a opinião da Folha Popular ou de seus representantes e colaboradores e são de inteira responsabilidade das pessoas que os escreveram.

Nenhum comentário



outras notícias



Assine nossa NewsLetter !

Por favor, digite seu Nome e Email

Digital Newsletter

Para cancelar inscrição, por favor clique aqui» .


A Folha

Capa
Expediente
Contato

Redes Sociais

Facebook
Twitter
Youtube

Segurança

Acesso Restrito
Webmail

Voltar ao topo