Parceiros



Rosinha Garotinho está inelegível por abuso de poder político

Autoria: Redação  |  Fotos: Amaro Mota



O Ministério Público Eleitoral (MPE) anunciou nesta quarta-feira (19) que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) confirmou a inelegibilidade de Rosinha Garotinho, ex-governadora do Rio.

O TSE negou os recursos impetrados pela defesa de Rosinha em uma ação por abuso de poder político ajuizada na época da eleição de 2012, quando Rosinha era prefeita de Campos dos Goytacazes e buscava a reeleição.

Segundo o MPE, a então prefeita mandou pintar os sinais de trânsito de Campos com a cor rosa, a fim de promover a campanha à reeleição.

O MPE afirma ainda que, no mesmo período, o município incluiu fotos de creches, escolas e casas populares no contracheque dos servidores.

A denúncia diz que também houve uso indevido dos meios de comunicação e da máquina pública.

A decisão foi confirmada na sexta (14) pelo TSE, e com isso, a ex-governadora está inelegível para a eleição deste ano.

Por lei, o processo começa no primeiro dia da eleição em que o crime ocorreu, e como o primeiro turno de 2012 foi em 7 de outubro, Rosinha está fora da disputa deste ano, marcada para 4 de outubro.

A defesa da ex-governadora informou que respeita a decisão do TSE, mas acredita na modificação dela e vai recorrer.

 

galeria de imagens desta notícia

deixe seu comentário



 



comentários

Os comentários não expressam a opinião da Folha Popular ou de seus representantes e colaboradores e são de inteira responsabilidade das pessoas que os escreveram.

Nenhum comentário



outras notícias



Assine nossa NewsLetter !

Por favor, digite seu Nome e Email

Digital Newsletter

Para cancelar inscrição, por favor clique aqui» .


A Folha

Capa
Expediente
Contato

Redes Sociais

Facebook
Twitter
Youtube

Segurança

Acesso Restrito
Webmail

Voltar ao topo