Parceiros



Ex-governador Garotinho volta a ser obrigado a usar tornozeleira eletrônica

Autoria: Redação  |  Fotos: Amaro Mota



A 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ) acatou nesta terça-feira (9) uma questão de ordem da defesa do ex-governador Anthony Garotinho e se declarou suspeita para julgamento, com isso, as medidas restritivas impostas a ele voltam a valer até que ocorra um novo julgamento, pois o processo foi redistribuído.

Dentre as medidas restritivas estão a utilização de tornozeleira eletrônica, a proibição de frequentar o município de Campos dos Goytacazes e bloqueio de R$ 18 milhões.

A desembargadora Maria Sandra Kayat Direito havia suspendido as medidas restritivas no dia 3, mas a suspensão só valeria até o julgamento na Câmara Criminal, que aconteceu nesta terça.

As medidas foram determinadas em junho após um desdobramento da Operação Chequinho, que investigou um esquema de compra de votos em Campos na eleição de 2016.

galeria de imagens desta notícia

deixe seu comentário



 



comentários

Os comentários não expressam a opinião da Folha Popular ou de seus representantes e colaboradores e são de inteira responsabilidade das pessoas que os escreveram.

Nenhum comentário



outras notícias



Assine nossa NewsLetter !

Por favor, digite seu Nome e Email

Digital Newsletter

Para cancelar inscrição, por favor clique aqui» .


A Folha

Capa
Expediente
Contato

Redes Sociais

Facebook
Twitter
Youtube

Segurança

Acesso Restrito
Webmail

Voltar ao topo