Parceiros



Usina volta a produzir asfalto e Teresópolis inicia tapa-buracos

Autoria: Redação  |  Fotos: Sidney Pontes



Um dos pontos mais críticos com relação aos buracos em vias da cidade, o bairro de Araras começou a ser recuperado nesta sexta-feira (08). A Prefeitura de Teresópolis, por meio da Secretaria de Serviços Públicos, iniciou pelo bairro a operação tapa-buracos que fará o reparo de calçamentos nas ruas do município. Com massa asfáltica produzida na Usina de Asfalto da cidade, a partir da compra de emulsão, foi possível começar a operação pelas Ruas Amapá e Tietê.

O Prefeito Vinicius Claussen acompanhou a operação de perto. “Vamos prosseguir para o bairro de São Pedro, Perpétuo e Pimentel, pois as vias estão com muitos buracos”, disse o prefeito, destacando que irá recapear as ruas da cidade. “Começamos por aqui, e agora, vamos fazer tapa-buracos também em várias vias principais. Em breve, vão chegar equipamentos para fresar o asfalto que, no passado, foi aplicado de forma errada, em cima dos paralelepípedos. O que queremos é voltar com o piso tradicional com paralelepípedos em vários pontos da cidade”, explicou.

 

Para seguir com a operação tapa-buracos nas demais ruas de Teresópolis, a Prefeitura irá realizar uma licitação para compra de emulsão asfáltica. “A prefeitura está presente e eu estou aqui acompanhando os trabalhos da equipe de Serviços Públicos. No próximo dia 13, haverá uma licitação e assim teremos um registro de preços para os próximos 12 meses do ano. Tendo, assim, regularidade no material para fazer a pavimentação das ruas”, finalizou o prefeito Vinicius Claussen.

“Esse ano nós já realizamos outras duas licitações para aquisição desse material. Infelizmente, elas deram desertas, ou seja, não apareceram empresas para vender. Nesta agora, do dia 13, vai dar tudo certo e vamos conseguir a emulsão”, completou o Secretário de Serviços Públicos, Beto Calixto.

 

Problema antigo

Os buracos no asfalto em Teresópolis são um problema antigo e resultado da falta de estudos e planejamento. O asfaltamento das vias da cidade, na maioria das vezes, foi feito apenas jogando asfalto sobre o calçamento de paralelepípedos. Com o passar do tempo e a constante movimentação de veículos, os paralelos se soltam e o asfalto descola, abrindo crateras.

galeria de imagens desta notícia

deixe seu comentário



 



comentários

Os comentários não expressam a opinião da Folha Popular ou de seus representantes e colaboradores e são de inteira responsabilidade das pessoas que os escreveram.

Nenhum comentário



outras notícias



Assine nossa NewsLetter !

Por favor, digite seu Nome e Email

Digital Newsletter

Para cancelar inscrição, por favor clique aqui» .


A Folha

Capa
Expediente
Contato

Redes Sociais

Facebook
Twitter
Youtube

Segurança

Acesso Restrito
Webmail

Voltar ao topo