Parceiros



Câmara de Juiz de Fora aprova título honorário para Bolsonaro

Autoria: Redação  |  Fotos: Alan Santos

 

 

A concessão do título de cidadão honorário para o presidente Jair Bolsonaro (PSL) foi aprovada na Câmara de Juiz de Fora nesta terça-feira (8). A homenagem segue agora para o Executivo e aguarda sanção. O prazo para o prefeito Antônio Almas (PSDB) se manifestar é de 30 dias. Após ser sancionado, o agendamento da entrega e o local da cerimônia dependerão da agenda do presidente da República.

A votação terminou com 14 votos favoráveis e dois contrários. O presidente do Legislativo, Pardal, só votaria em caso de empate. Os dois autores do projeto, vereadores Sheila Oliveira e Charlles Evangelista, ambos do PSL, não participaram da votação porque não estavam na cidade. Eles acompanharam a aprovação em primeira discussão, na reunião de segunda-feira (7). Como não haverá necessidade de ajustes no texto, o resultado é definitivo e o projeto não passará pela terceira discussão.

De acordo com o Legislativo, houve bate-boca e tumulto entre apoiadores do presidente e os vereadores do Partido dos Trabalhadores (PT) que votaram contra a homenagem.

 

 

 

Segundo o site oficial da Câmara, o projeto de lei 148 iniciou tramitação em 29 de outubro de 2018 e recebeu pareceres favoráveis de todas as comissões internas. Entraria em discussão em 30 de novembro, mas foi retirado pelo autor. Voltou à pauta nesta semana, quando foi aprovado.

Na justificativa, os vereadores citam o ataque sofrido pelo então presidenciável Jair Messias Bolsonaro, no dia 6 de setembro de 2018, no Calçadão da Rua Halfeld.

"Desde então, assim que iniciou sua recuperação, passou a se referir à nossa cidade sempre com muito carinho, chegando a afirmar: 'Juiz de Fora é a minha segunda cidade natal. Vocês salvaram a minha vida. Estou vivo por um milagre'. Também comentou que 'Juiz de Fora foi o local onde nasci novamente'. Este é o momento, portanto, para nossa cidade, através dessa casa legislativa, agradecer todo esse carinho e entregar um de seus mais importantes títulos: o de Cidadão Honorário, que, propomos através deste projeto de lei", diz o texto do projeto.

 

 

 

galeria de imagens desta notícia

deixe seu comentário



 



comentários

Os comentários não expressam a opinião da Folha Popular ou de seus representantes e colaboradores e são de inteira responsabilidade das pessoas que os escreveram.

Nenhum comentário



outras notícias



Assine nossa NewsLetter !

Por favor, digite seu Nome e Email

Digital Newsletter

Para cancelar inscrição, por favor clique aqui» .


A Folha

Capa
Expediente
Contato

Redes Sociais

Facebook
Twitter
Youtube

Segurança

Acesso Restrito
Webmail

Voltar ao topo