Parceiros



Moro quer solução do ‘Caso Marielle’

Autoria: Redação  |  Fotos: TV Globo



O juiz federal Sérgio Moro, convidado para assumir o Ministério da Justiça e Segurança Pública no governo de Jair Bolsonaro, disse em entrevista coletiva nesta terça-feira (6) que pretende se inteirar do caso do assassinato da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes. "É um crime que tem que ser solucionado", afirmou ele.

Moro disse que os crimes de ódio, apontados por ele como "intoleráveis", têm que ser resolvidos "normalmente pelas polícias locais, mas se for necessário é possível movimentar o aparato da PF" para que sejam solucionados.

Ele afirmou ainda que "todos têm direito a igual proteção da lei – maiorias e minorias", e que não há justificativa para "políticas discriminatórias contra minorias".

Especificamente sobre o assassinato de Marielle e Anderson, Moro disse que, quando assumir o cargo de ministro, irá verificar o que pode ser feito para solucionar o caso. "Assumindo o ministério, pretendo me inteirar melhor dessas questões e ver o que é possível fazer no âmbito do ministério."

galeria de imagens desta notícia

deixe seu comentário



 



comentários

Os comentários não expressam a opinião da Folha Popular ou de seus representantes e colaboradores e são de inteira responsabilidade das pessoas que os escreveram.

Nenhum comentário



outras notícias



Assine nossa NewsLetter !

Por favor, digite seu Nome e Email

Digital Newsletter

Para cancelar inscrição, por favor clique aqui» .


A Folha

Capa
Expediente
Contato

Redes Sociais

Facebook
Twitter
Youtube

Segurança

Acesso Restrito
Webmail

Voltar ao topo