Parceiros



UFJF desenvolve equipamento que identifica adulteração no leite

Autoria: Redação  |  Fotos: Reprodução



Um equipamento desenvolvido pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) que é capaz de verificar a qualidade do leite produzido pelas indústrias recebeu a patente do Instituto Nacional de Propriedade Intelectual (INPI). É a primeira vez que alguma criação da instituição recebe um reconhecimento do tipo.

A máquina, que é portátil e funciona com bateria recarregável, é de fácil manuseio, pois pode ser levada até os locais de produção e armazenamento do leite. Ela mede a temperatura e faz o processamento que avalia se a qualidade da bebida é adequada ou não, verificando a porcentagem de água acrescentada.

Além disso, o equipamento consegue detectar casos de fraude, como a presença de sal, soda cáustica e outras substâncias que possam afetar a qualidade do leite.

De acordo com o pesquisador Virgílio de Carvalho dos Anjos, coordenador do programa em Tecnologia de Leite da UFJF, atualmente, o método que verifica o leite e que é reconhecido pelo Ministério da Agricultura é feito em outro tipo de aparelho.

A UFJF tem 118 projetos de pesquisa que aguardam a concessão de patentes.

galeria de imagens desta notícia

deixe seu comentário



 



comentários

Os comentários não expressam a opinião da Folha Popular ou de seus representantes e colaboradores e são de inteira responsabilidade das pessoas que os escreveram.

Nenhum comentário



outras notícias



Assine nossa NewsLetter !

Por favor, digite seu Nome e Email

Digital Newsletter

Para cancelar inscrição, por favor clique aqui» .


A Folha

Capa
Expediente
Contato

Redes Sociais

Facebook
Twitter
Youtube

Segurança

Acesso Restrito
Webmail

Voltar ao topo