Parceiros



Cabral pede para não ser conduzido para audiências no banco de trás de viaturas

Autoria: Redação  |  Fotos: Rodolfo Buhrer



A defesa do ex-governador Sérgio Cabral Filho pediu para a 7ª Vara Federal Criminal que ele seja transportado para sua próxima audiência, nesta terça-feira, dia 5, na cabine da viatura da Polícia Federal que fará o trajeto entre Bangu, onde está preso, e o Centro do Rio.

Os advogados alegam que ele tem artrose no joelho direito e, por isso, o transporte na parte de trás das viaturas lhe causa "intenso sofrimento".

A audiência desta terça-feira é em um processo que apura suposto pagamento de propina para comprar votos para trazer a Olimpíada de 2016 para o Rio. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso em Curitiba, será ouvido por videoconferência, como testemunha de defesa de Cabral.

A defesa do ex-presidente do Comitê Olímpico Brasileiro, Carlos Arthur Nuzman, pediu para que o ex-jogador Pelé também seja ouvido na mesma condição.

galeria de imagens desta notícia

deixe seu comentário



 



comentários

Os comentários não expressam a opinião da Folha Popular ou de seus representantes e colaboradores e são de inteira responsabilidade das pessoas que os escreveram.

Nenhum comentário



outras notícias



Assine nossa NewsLetter !

Por favor, digite seu Nome e Email

Digital Newsletter

Para cancelar inscrição, por favor clique aqui» .


A Folha

Capa
Expediente
Contato

Redes Sociais

Facebook
Twitter
Youtube

Segurança

Acesso Restrito
Webmail

Voltar ao topo