Tel: +55 24 2271-1124  |  Email: folha@folhapopular.net.br




Parceiros



De Primeira

27/2/2012 06:59 - por Alex Oliveira e Roberto Perez

A Oi “adorou” ter que consertar toda a rede de cabos que sai de sua central de São José do Vale do Rio Preto, rompidos por um trio elétrico que insistiu em passar por onde não cabia. O motorista tinha como co-piloto o prefeito da cidade, e sequer pararam para ver o estrago feito. A cidade ficou sem telefones por mais de 24 horas.
■ ■ ■ ■ ■
Valentia tem preço. É isso que um grupo de universitários pensa sobre o que um colega fez no desfile do bloco Só Vai Quem Bebe, semana passada, em São José do Vale do Rio Preto. É que depois de provocar um tumulto e espancar um jovem de Teresópolis, o troco veio na segunda-feira. O que apanhou resolveu acertar as contas na Unifeso e o ônibus dos universitários teve que ser escoltado pela Polícia Militar até a saída da cidade. Diante do aviso de que não fariam outra escolta, o marrento trancou matrícula, para o alívio dos demais estudantes.
■ ■ ■ ■ ■
Em Mar de Espanha o carnaval foi tão animado, que Sapucaia em peso foi brincar na folia da pracinha mineira. O território tinha o metro quadrado mais bonito e concorrido da região. A reclamação fica por conta da péssima estrada que liga as duas cidades.
■ ■ ■ ■ ■
Sumidouro teve público doméstico em seu carnaval. Poucos se aventuraram em visitar a cidade para a folia. Talvez ainda seja o reflexo da imagem que se tem da enchente do ano passado.
■ ■ ■ ■ ■
Sapucaia cancelou as festas do carnaval, mas em Aparecida a animação rolou solta. Pena que o pedágio está pouco antes da entrada para o Distrito e muita gente que queria ir evitou gastar R$ 36,60 nesses dias de folia.
■ ■ ■ ■ ■
Vila do Pião foi dormir sexta-feira, 17 e acordou na quarta-feira, 22. Carnaval por lá só na folhinha mesmo.
■ ■ ■ ■ ■
Depois do anúncio da validade da Ficha Limpa já para as eleições municipais desse ano, o desespero tomou conta da maioria dos políticos de São José do Vale do Rio Preto. Numa leva só, 9 vereadores estão inelegíveis e 2 pretensos prefeitáveis terão que arranjar outro emprego. Um político chegou a declarar que vai abandonar esse meio por considerá-lo “corrupto demais” e pretende se dedicar mais à religião.

outros colunistas

notícias



Assine nossa NewsLetter !

Por favor, digite seu Nome e Email

Digital Newsletter

Para cancelar inscrição, por favor clique aqui» .


A Folha

Capa
Expediente
Contato

Redes Sociais

Facebook
Twitter
Youtube

Segurança

Acesso Restrito
Webmail

Voltar ao topo